Servidor IBM Power traz eficiência e disponibilidade ao Grupo Maringá

A necessidade de melhorar e otimizar o desempenho de seus processos de TI levou o Grupo Maringá a buscar uma plataforma robusta e virtualizada, com o objetivo de consolidar seus distintos bancos de dados em uma única máquina física.

Com o apoio do parceiro IBM, Safesystem, a companhia adotou os servidores Power 740 com o sistema operacional AIX, utilizando as funcionalidades do PowerVM para virtualização dos Bancos de Dados Progress e Oracle.

Além de virtualizar as duas bases de dados, a nova máquina também consolidou o servidor de backup, baseado no aplicativo da IBM Tivoli Storage Manager (TSM), conectado ao storage com 7,2 TB de capacidade.

Como contingência, foi adquirido outro servidor Power conectado a outro storage.

Composta por uma rede com mais de 300 usuários localizados em oito sites distintos e com um volume, médio, de tráfego na rede de 700 Gb mensais, ao adotar Power o Grupo obteve maior produtividade em vários departamentos.

“Após a migração dos sistemas e das bases de dados para a plataforma Power, o tempo de cálculo dos processos de fechamento, com ênfase no cálculo médio de estoque, foi reduzido em aproximadamente 75%”, explica Humberto Anghinoni, gestor de TI do Grupo Maringá.

A empresa também unificou na plataforma o ERP Totvs e os sistemas voltados aos negócios (gestão agrícola, de documentos, industrial e manutenção industrial), otimizando o acesso às informações e garantindo melhor integração.

“A virtualização permitiu criar partições lógicas, reduzindo pela metade a necessidade de máquinas físicas. Assim, houve uma melhora significativa na execução dos processos, rotinas no acesso às bases de dados dos sistemas de gestão e negócios e no gerenciamento do ambiente, que, virtualizado, tornou-se flexível e dinâmico”, ressalta Marcos Rogério, gestor de TI do Grupo Maringá.

Antes, como os recursos ficavam em plataformas distintas, a administração e a integração eram mais complexas e acarretavam em problemas de performance e segurança em todo o ambiente de TI da empresa.

Outro entrave era que os bancos de dados eram carregados por máquinas com sistemas operacionais de menor estabilidade. Agora, devido à alta escalabilidade, disponibilidade e poder de processamento da Power o ambiente ficou mais robusto e seguro.

O Grupo é representado pela Cia. Holding, que controla as empresas Cia. Canavieira de Jacarezinho e Cia Agrícola Usina Jacarezinho, do setor Sucro-Alcooleiro e Maringá Ferro-Liga S.A., do setor de Siderurgia. Fundadas em 1946 e situadas nos estados do Paraná e São Paulo, as empresas do grupo são brasileiras e produzem cana de açúcar, açúcar, etanol e liga de manganês.