Indústria Guararapes atualiza data center com plataforma hiperconvergente Nutanix

Fabricante nacional de compensados e painéis MDF diz que ganhou produtividade e confiabilidade ao implementar a plataforma da Nutanix em seus dois data centers

Jean Weishaupt, Gerente corporativo de TI da Guararapes

Inserida nos segmentos de produção de painéis MDF (Medium Density Fiberboard ou placa de fibra de média densidade) e grande fornecedor de compensado estrutural multi-laminado de pinos para os Estados Unidos, as Indústrias Guararapes é uma das adeptas brasileiras à hiperconvergência e informa que vem extraindo diferentes benefícios da plataforma Nutanix, implementada em 2018.


A hiperconvergência é um novo patamar de consolidação das tecnologias de processamento, armazenamento, conectividade e análise de dados em data centers. Esses recursos precisam ser cada vez mais sofisticados para lidar com o enorme volume de dados e com todos os processos corporativos.


Os negócios entre a Guararapes e a Nutanix começou com uma análise da infraestrutura da companhia, em 2016, quando a fabricante nacional começava a enfrentar problemas de espaço para armazenamento (storage). Hoje, a plataforma hiperconvergente responde por 90% da infraestrutura instalada nos dois data centers da empresa, que operam espelhados.


O sistema substituiu o legado. Segundo Jean Carlos Weishaupt, gerente corporativo de TI da Guararapes, era preciso promover uma atualização tecnológica e também para expandir a capacidade de processamento e armazenamento.


“Hoje temos o dobro de espaço e de capacidade de processamento”, informa, ao dizer que trocou a solução anterior, da IBM, “que agora não tem nenhum destaque em hiperconvergência”. “Queríamos soluções que agregassem valor neste sentido. O grande destaque na hiperconvergência é o software”, completa o executivo.


Apesar de ainda não ter métricas referentes aos resultados do investimento, Weishaupt acredita que a plataforma hiperconvergente será o pivô no processo de transformação digital que a Guararapes já iniciou com a instalação de equipamentos inteligentes e de recursos para monitoramento da produção no chão de fábrica – conceito de Indústria 4.0. “Precisamos de um ambiente compatível com a transformação digital que está em curso”, confirma.

Weishaupt conta que o conceito de Indústria 4.0 está presente nos três sites de fabricação da empresa, com recursos presentes nas linhas de produção e integração de recursos de inteligência para melhorar processos nos ambientes mais antigos.


Basicamente, a Guararapes conta com os novos recursos para a coleta de dados de produção e monitoramento dos ciclos de produção de cada máquina/célula de produção. Dentro disso, avalia se a máquina ou célula está ou não dentro do padrão. O ambiente gera estatísticas sobre eficiência de máquina, tempo de produção, além das paradas gerenciadas para manutenção elétrica e mecânica. Passa a ter gerenciamento visual que antes não existia.



*Matéria publicada no Portal IP News, autor: Jackeline Carvalho.



Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags